187667269036993

Stress e controle de peso

January 15, 2019

 

Quando estamos estressados, há uma série de alterações hormonais, como o aumento do hormônio cortisol, que inflama a nossa gordura e dificulta a sua remoção, fazendo com que percamos o foco na nossa dieta. Além disso, esse hormônio afeta nossa ingestão e humor, alterando níveis do neuropeptídeo Y (NPY), dopamina e serotonina. Logo, o ganho de peso nessa situação pode ser resultado de uma alteração química, que aumenta a ingestão de alimentos calóricos, principalmente doce e gordura.

Com isso, há muitos problemas de saúde, pois deixamos de comer alimentos ricos em vitaminas e minerais, alteramos a imunidade e há uma maior perda de minerais, como o magnésio e o cromo, pela urina.

Além disso, quando estamos estressados, buscamos um mecanismo de compensação para aqueles alimentos que nos dão mais prazer. Logo, instala-se um círculo vicioso. O ideal é buscarmos outra atividade que nos dê prazer para que possamos substituir o ataque aos alimentos.

Mas o que podemos fazer nessa situação para minimizar possíveis ataques?

- Coma carboidratos de liberação lenta, ricos em fibras, como os integrais e farinhas como aveia acompanhados de gorduras boas (castanhas, abacate, azeite, chia, linhaça);

- Evite doces de forma isolada (comê-los no meio da tarde sem nada associado);

- Troque os doces pelo sabor adocicado das frutas, geleia sem açúcar em pequena quantidade, frutas secas ou mesmo frutas cozidas com canela;

- Iogurte, leite, queijo, banana são excelentes fontes de triptofano que podem dar uma segurada nos níveis de serotonina e evitar ataques compulsivos;

- o chocolate 70% ou acima é uma boa estratégia, pois contém fitoquímicos importantes para a saúde e satisfaz, mas não exagere.

Minimize a ação do cortisol, proteja sua imunidade e evite que sua gordura se inflame:

- Utilize alimentos ricos em vitamina C, como limão, laranja, mexerica, kiwi, acerola, caju;

- As castanhas também podem minimizar a ação do cortisol;

- Varie o máximo os alimentos, como hortaliças e frutas, para que tenha um grande acesso a vitaminas e minerais e mantenha os hormônios controlados;

- Experimente adotar o abacate ou avocado, que contém um esterol que organiza os níveis de cortisol, o beta-sitosterol. Experimente-o fazer um mousse com eles (2 colheres de sopa do abacate ou avocado, 1 colher de chá de cacau, ½ banana, stévia ou adoçante se quiser dar um toque mais doce);

E o mais importante, coma apreciando os alimentos: sinta o cheiro, a textura dele na boca, mastigue-o devagar, pense na sua cadeia de produção e nos seus ingredientes e veja se realmente vale a pena colocá-lo para dentro do seu corpo.

 

Please reload

Our Recent Posts

September 10, 2018

Please reload

Archive

Please reload

Tags